Elbit

O governo de Rio Grande do Sul entregou nesta terça-feira uma carta aberta ao embaixador da Palestina Ibraim Alzeben para declarar como “sem objeto” o protocolo assinado com a subsidiária da israelense Elbit Systems, a AEL Sistemas, localizada em Porto Alegre.

Você encontrará neste documento: Informação sobre a cumplicidade da Elbit com as violações israelenses do direito internacional e dos direitos humanos; as últimas ações para Deter a Elbit; campanhas de desinvestimento em curso, investidores institucionais e dicas para iniciar uma campanha de desinvestimento; uma cronologia dos êxitos; links úteis.

Um manifesto com mais de 80 assinaturas de organizações da sociedade civil e de ativistas políticos pede ao governo brasileiro medidas mais enérgicas em relação à Israel como forma de sanção pelos ataques à Faixa de Gaza.

Com mais de uma semana do início dos ataques de Israel ao povo palestino e com ameaças reais de uma escalada da agressão para os países vizinhos, vemos aumentar o número de pessoas em nosso país lamentando à distância este conflito com profundas raízes históricas.
 

Intelectuais de diversos países divulgaram uma carta aberta em que pedem por embargo militar a Israel como forma de pressionar pelo fim das agressões e da ocupação na Palestina. Segundo o documento, as trocas comerciais e militares com o país financiam o regime israelense que nega direitos ao povo palestino.

Coordenação dos Movimentos Sociais do Brasil pede a suspensão do acordo com a Elbit Systems assinado pelo governo do Rio Grande do Sul e exige um embargo militar imediato a Israel

10/05/2013

 

Coordenação dos Movimentos Sociais

 

Nos últimos anos, cada vez mais países vetam negociações com companhias que violam direitos humanos e resoluções da ONU

 

x

Select (Ctrl+A) and Copy (Ctrl+C)