Versão para impressãoSend to friend
Palestinian Grassroots Anti-apartheid Wall Campaign

Semana contra o Muro do Apartheid 2015

Chamada para a Semana contra o Muro do Apartheid 2015.

Até o presente momento, 2015 tem sido um dos piores momentos do plano de limpeza étnica israelense contra o povo palestino. O estado de Israel está implementando rapidamente um plano para transferir à força a população palestina de mais de 500 comunidades localizadas na área C, 7.000 palestinos que vivem em 46 comunidades beduínas no Vale do Jordão e no leste de Jerusalém estão resistindo à demolição de suas comunidades, e um adicional de 20 comunidades estão sob ameaça no sul da cidade de Hebron. Este cenário junta-se aos mais de 15.000 palestinos expulsos de suas casas na Cisjordânia durante as duas últimas décadas e inclui algumas das 4.500 ordens de demolição pendentes contra edifícios palestinos. Estamos nos aproximando rapidamente de um ponto crucial onde não haverá “retorno”.

Desta forma, decidimos mais uma vez chamar a todos os nossos apoiadores, parceiros, movimentos, organizações, ativistas da mídia, artistas e pessoas de consciência em todo o mundo para se juntar a nós na:

Semana contra o Muro do Apartheid 2015: 09-16 novembro.

Pare os Bantustans!

Há exatamente 10 anos, a Stop the Wall lançou um mapa projetando os planos de Israel para os Bantustans palestinos na Cisjordânia. Este mapa mostrava Israel confinando a população palestina em 54% das terras da Cisjordânia, dividida em guetos fragmentados: o que antes era apenas suposição, agora está se transformando em realidade. Em Gaza, enquanto o povo palestino continua sob cerco hermético, privado de qualquer acesso ao mundo exterior e impedidos de, até mesmo, reconstruir o que foi destruído durante o massacre de 2014, e enquanto muitos dos refugiados estão resistindo em condições dramáticas ou estão sendo forçados a fugir mais uma vez, na Cisjordânia as portas da prisão estão se fechando. Nas ruas palestinas, a resistência a este projeto é contínua e crescente.

Nosso time está presente desde o campo ‘Portão a Jerusalém’ (leste de Jerusalém), onde, durante meses, as pessoas resistiram a uma dúzia de demolições e incontáveis agressões, até os protestos em Susiya (área ao Sul de Hebron), os protestos em Beit Jala/Cremisan (área de Belém), na contínua luta no Vale do Jordão e em muitos lugares ao longo do caminho do Muro.

De outubro até dezembro, iremos nos engajar em uma permanente mobilização em toda a Cisjordânia para proteger a colheita das azeitonas, durante a qual prevemos ataques brutais de colonos, e para, em conjunto com as comunidades locais ameaçadas de serem dizimadas no processo de criação dos Bantustans. (Para mais informações sobre as atividades de resistência popular planejadas para os próximos meses, por favor, clique aqui.)

Nós vemos com urgência a necessidade de apoio internacional para que a nossa resistência diária reverbere em todo o mundo e para que juntos possamos lançar luz sobre a dramática aceleração da limpeza étnica na Cisjordânia. Também gostaríamos de garantir que a comunidade internacional enxergue o fato de que, neste exato momento, Israel está tentando transformar esta “guetização” irreversível e para que possamos avançar em nosso objetivo de acabar com a impunidade a que se privilegia o estado israelense.

Lhes pedimos que:

1) Divulgue as informações:

·       Construa iniciativas de mobilização em sua região;

·      Se você é um ativista de mídia, nos ajude a criar campanhas e a divulgar as informações. Por favor nos contate em: global@stopthewall.org

2) Fortaleça o movimento BDS:

·       Junte-se à mobilização contra a Elbit Systems! Elbit é uma empresa militar israelense que constrói o Muro do Apartheid na Cisjordânia e é um símbolo para a economia israelense. Esta empresa incita a guerra e a repressão na Palestina e em todo o mundo. Clique aqui para saber mais.

·       Junte-se aos esforços contra a Mekorot, empresa de água israelense, a qual implementa o 'apartheid israelense de água ", privando comunidades palestinas de seu direito fundamental à água e que sustenta a colonização e ocupação israelense na Palestina. Clique aqui para mais.

3) Aumente a pressão em seu governo:

·       Se você é um cidadão, peça a seus representantes e ao seu governo para construir uma pressão eficaz sobre Israel;

·       Se você é um legislador nacional ou supranacional ou um local: o que o seu governo ou autoridade local está fazendo para pressionar Israel a parar a Bantustanization da Palestina?

Assim como as nove edições anteriores, realizaremos a Semana a partir de 09 de novembro, o dia da queda do Muro de Berlim, que foi amplamente comemorada pelos mesmos governos e instituições que até hoje continuam sendo cúmplices do projeto israelense de limpeza étnica, apartheid e ocupação da Palestina - simbolizada pelos oito metros do muro do apartheid.

Precisamos urgentemente da sua ajuda para superar a hipocrisia, apatia e a conivência e também para criar uma consciência global e um impulso necessário para mostrar que temos que agir, antes que seja tarde demais!

Pavel Wallberg/EPA
x

Select (Ctrl+A) and Copy (Ctrl+C)