Versão para impressãoSend to friend
Palestinian Grassroots Anti-apartheid Wall Campaign

Israel destruiu seu acampamento

Na manhã de hoje, forças israelenses vieram com suas escavadeiras e destruíram o acampamento de protesto construído em resistencia à expulsão forçada e a realocação das comunidades beduínas.

Assista o video.

 

O acampamento de protesto foi construido em resistencia à expulsão forçada e a realocação das comunidades beduínas residindo na área E1. Foi a quinta vez que Israel destruiu o acampamento, mas os manifestantes não demonstram nenhum sinal de desistir da sua luta.

 

O objetivo é a limpeza étnica da área

O acampamento foi construído há quase dez dias no terreno perto da vila de Abu Dis onde Israel pretende realocar as vinte comunidades beduínas (cerca de duas mil e oitocentas pessoas) da tribo Jahaleen que serão expulsas da sua atual área de residência. O projeto, conforme reportado pela Stop The Wall, visa limpar a área de seus habitantes para abrir caminho para a expansão do assentamento de Ma'ale Adummim, criando uma área construída contínua entre o assentamento e Jerusalém Oriental, o que traria consequências devastadoras para o povo palestino como um todo.

 

          

Limpeza étnica das comunidades Beduínas

As terras designadas por Israel para o reassentamento das comunidades beduínas não apenas pertencem às famílias de Abu Dis, que ainda detém os títulos das propriedades que lhes foram confiscadas, mas também estão localizadas ao lado de um terreno de depósito de lixo, o que levanta sérias preocupações sanitárias. Sem mencionar o golpe que a concentração nessas pequenas vilas significaria para o modo de vida tradicional dos beduínos.

 

Os donos da terra, mostrando a documentação legal.

 

Assista como as comunidades beduínas lutam pela sua terra.

 

O acampamento está sendo reconstruído

Estavam presentes no local do protesto quando as escavadeiras chegaram os representantes da tripo Jahaleen e os proprietários das terras de Abu Dis. Após a destruição do acampamento, construtoras apareceram no local com seus tratores, com a intenção de começar a preparar o terreno para a construção da nova vila, mas os manifestantes conseguiram expulsá-las da área. No momento, o acampamento já está sendo reconstruído, e a mensagem dos manifestantes é clara: "pretendemos reconstruí-lo novamente todos os dias se for preciso, para manter a resistência firme". O protesto é organizado pelos comitês populares locais em Abu Dis, Al'Eizariya e As Sawahira, pela Stop The Wall e pela Coalizão pela Defesa da Terra.

 

 
 

Para saber mais

Para saber mais sobre o acampamento de protesto e os mais recentes projetos coloniais de Israel, ver-se aqui.
 

Assista como os soldados israelenses destruem o acampamento. 

 

Junte-se aos protestos

Para se juntar aos protestos e apoiar a causa, envie-nos uma mensagem no Facebook, ou chame: (+972) 056 892 1821.

 
x

Select (Ctrl+A) and Copy (Ctrl+C)